PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 7 de março de 2012

Intercâmbio de asnos: Jumentos nordestinos estão sendo levados para a China

Em meio a tantos produtos brasileiros exportados para a China, surgiu, recentemente, um novo objeto do desejo: o popular jegue nordestino. Há cerca de um mês, um acordo entre os dois países liberou o intercâmbio de asnos - também conhecidos como burros e jumentos, largamente utilizados na indústria de alimentos e na de cosméticos no país asiático.

Em junho do ano passado, um grupo de empresários chineses conversou, da Bahia ao Rio Grande do Norte, com fazendeiros e políticos. Aos políticos locais, o grupo propôs um programa de garantia de compra a preços de mercado, envolvendo até linhas de crédito, por meio de um sistema batizado de Projegue. Mas o projeto ainda não deslanchou.
(O Globo)

Do Blog: Os chineses sabem o que fazem. Enquanto por lá a carne de jegue é comercializada, por aqui, eles causam estragos e tiram a vida de pessoas nas estradas.

Depois que o jumento, praticamente, perdeu a serventia para o homem do campo que agora anda em uma moto velha sem placa e sem documento, os jericos foram abandonados e, para não ficarem vagando nas cidades, são despachados nas estradas.

Enquanto a cultura do povo brasileiro for de passar fome para comprar roupa de grife, os chineses carregam o jegue para vender a sua carne a preço de ouro.

Nenhum comentário: