PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

sábado, 1 de dezembro de 2012

Próxima administração poderá rever Plano de Cargos e Salários da Educação


O Plano aprovado no início do ano parecia ter sido uma grande vitória para os professores, mas, ao final do ano nota-se que houve mais pontos negativos do que positivos. Atraso nos salários e poucos professores tiveram um aumento considerável, o restante foi insignificante.

Os 100% da folha do Fundeb destinada para pagamento dos professores deixaram os recursos quase no limite, pois o município ainda tem que complementar com recursos do FPM, sem contar que os 40% da educação onera ainda mais o município, prova disso são os atrasos dos ASGs.

Era algo previsto. O vereador Chiquinho Pires disse ao blog que aconselhou o prefeito Alberto Patrício a não levar o Plano à frente. Também ninguém percebeu o grande número de alunos (passou dos 200) que o município perdeu com a greve dos professores em 2011 e isso refletiu em 2012. E se não foi feito algo para recuperar esses alunos este ano, os recursos vão permanecer os mesmos para 2013. Sem contar as quedas do FPM que também afetam os recursos da educação.

Chiquinho Pires acredita que a próxima administração vai mexer no Plano porque, do jeito que está, não tem como cumprir com as obrigações salariais e os demais compromissos com a educação.

É esperar pra ver. Por enquanto, não passa de projeções.

Nenhum comentário: