PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quinta-feira, 31 de janeiro de 2013

Sobre as AIHs


O secretário de Saúde, Danilo Dantas, fez uma explanação da distribuição das AIHs que gerou tanta polêmica, já que foram destinados R$ 132.500,00 mil para o Hospital e Maternidade Guiomar Fernandes e apenas pouco mais de R$ 23 mil para a Maternidade Joaquina Queiroz.

 

As explicações foram às mesmas apresentadas anteriormente. Este blog questionou porque não houve uma divisão qualitativa, já que o mesmo disse que foi de acordo com os números apresentados de atendimento. É bom lembrar que a Joaquina Queiroz trabalhou no mês de novembro o valor de R$ 106 mil em atendimentos e a Guiomar Fernandes R$ 140 mil.

 

Danilo disse que se deve ao problema apresentado na redução de três meses das AIHs pela Secretaria Estadual de Saúde devido a falta de atendimento aos municípios pactuados. Mas, logo que esses recursos sejam estornados, a Maternidade Joaquina Queiroz receberá a diferença.

 

Outro fato preocupante, apresentado pelo secretário, foi à afirmação de que as AIHs para o município iriam diminuir. Este blog questionou com o secretário, mais uma vez, se a divisão das AIHs de dezembro não poderia ter sido feita correspondente ao atendimento. É claro que a atual administração não tem culpa do atraso do funcionalismo da Maternidade Joaquina Queiroz. Assim como a administração daquela casa de saúde não poderia pagar por possíveis erros da administração anterior. Era uma questão de justiça a divisão quantitativa. Além que o blog explanou, que a espera pelo estorno de um mês cobrado a mais pelo estado e a diminuição das AIHg, poderia decretar a falência da Maternidade Joaquina Queiroz e quem perderia com isso era a população.

 

“Se é para quebrar as duas casas de saúde eu prefiro que seja só uma”, concluiu o secretário.

Nenhum comentário: