PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

terça-feira, 9 de novembro de 2010

Um depoimento que eu não queria dar

Na missa dominical, Pe. Neto disse que em Alexandria existiam muitos talentos escondidos precisando do apoio dos alexandrienses...

Na sessão da Câmara de Vereadores, onde eu fui buscar apoio financeiro dos mesmos para o filme, Chiquinho Pires chegou a exagerar ao falar da nossa produção: “O elenco do filme, a maioria que nunca havia ficado em frente a uma câmera, não deixa a desejar para os atores da Globo”.

Pois é, hoje só se fala no filme “Inácio Garapa, Um Matuto Sonhador”. As crianças pedem para tirar fotos com o elenco. Estão até dando autógrafos!

Mas, só isso não resolve o nosso problema. O custo do filme já está ultrapassando a casa dos R$ 17 mil e ele só está começando. Aconteceram apenas exibições no cinema em Alexandria.

Estou muito feliz com a aceitação daqueles que foram ver o filme e ao mesmo tempo triste pela pouca participação daqueles que podiam pagar para ver e adquirir o DVD.

Se as sessões estiveram lotadas, foi porque nós abríamos as portas para muita gente que não podia pagar. Ao iniciar a exibição do filme fechávamos a bilheteria.

Eu acredito que esse filme, um dia, será exibido nacionalmente pela TV Cultura. Muitas pessoas experimentadas já disseram que o filme poderá concorrer de igual para igual com qualquer outro em festivais nacionais de longa metragem independentes. E nós vamos correr atrás.

Não serei somente eu e o elenco que vão lucrar com isso. Será precisamente o nome de Alexandria. Também creio que o filme abrirá portas para recebermos incentivos do Ministério da Cultura ou da Petrobrás para realização do Inácio Garapa II. Eu não quero ter o desprazer de levar o meu elenco para produzir o próximo filme em outra cidade. Acreditem, já existe candidata. O jornalista Luciano Oliveira já externou o seu desejo de ver o filme gravado em Areia Branca, onde vai organizar uma grande festa para o lançamento, em dezembro.

Mas eu acredito na minha gente. Que todos ainda vão adquirir o DVD e muitos empresários que já foram um Inácio Garapa no tempo de infância em Alexandria vão patrocinar ainda esse filme.

Como eu disse, ainda temos até o final desse mês para mandar prensar os DVDs.

Nenhum comentário: