PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 3 de julho de 2013

Manifesto de Alexandria se limitou acerca de 10 pessoas



Lamentavelmente este blogueiro não pode participar e fazer a cobertura do evento. Lamentavelmente, hoje pela manhã soube de que apenas 10 jovens caminharam pelas ruas de Alexandria mostrando cartazes.

Achei interessante porque em um deles, estava escrito a frase: “UMA CIDADE MUDA, NÃO MUDA”. A frase se encaixou direitinho ao momento.

Há muito que comento com amigos, que Alexandria vem se tornando uma cidade de gente individualizada. De gente que critica, que cobra, mas não participa, não dá a sua parcela de contribuição. Com raras exceções.

Para onde está caminhando a nossa juventude, o nosso futuro? Infelizmente este município está morto culturalmente. Não existe incentivo. E aqueles que se aventuram esbarram na falta de apoio.

Os nossos jovens estão se profissionalizando na bebida e nas drogas. É incrível o crescimento do consumo, e as autoridades fingem que não existe.

Falar a verdade dói e vai contra os interesses de muita gente. Porem, quem segue esse caminho nunca se perde. Alguns alexandrienses bem sucedidos que residem em São Paulo e outros centros, sempre fecham as portas para ajudarem à cultura neste município. Mas, são presença em festas e bebedeira. Onde houver um batuque e uma lata de cachaça tem o patrocínio. Principalmente políticos ou aqueles que apóiam políticos A ou B. Os que se interessam se destacam, porque são minoria.

Alexandria não oferece apoio para aqueles que querem abrir caminhos. Alexandria não tem destaque no Estado e é apagada na região. Os blogues e jornais só falam desta cidade (na sua maioria) por fatos que nos envergonhem.

Eu sempre dou uma passadinha no West Shoppinem em Mossoró, e vejo vários boxes com fotos gigantes de pontos turísticos de Martins, Apodi, Patu, entre outros municípios do Oeste e não tem a foto da primeira maravilha do RN. Nunca foi feito um trabalho para divulgar a nossa Barriguda.

Já escutei de várias pessoas inteligentes e formadores de opinião: o filme Inácio Garapa foi o maior propagador do nome de Alexandria. E não recebeu o apoio merecido por quem de direito devia. Espero que para o terceiro da série seja diferente.

O manifesto de ontem pode ter sido minúsculo na participação popular. Mas os 10 jovens participantes estão de parabéns por mostrarem que Alexandria está muda e precisa fazer com que a sua voz seja ouvida.

Nenhum comentário: