PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 14 de novembro de 2012

Municípios incham máquinas públicas com contratações feitas sem concursos


A máquina pública das cidades do país ficou mais inchada nos últimos dois anos, atingindo a marca de 5,96 milhões de servidores em 2011. Se considerar apenas os funcionários lotados nas prefeituras e seus órgãos administrativos, a chamada administração direta, o aumento no número de efetivos em relação a 2009 foi de 4,8%, alcançando 5,64 milhões.
Os dados sobre o perfil de gestão dos municípios estão em estudo divulgado ontem pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Se considerar apenas os cargos comissionados, o aumento no período foi de 9,5%, com quase meio milhão de pessoas contratadas sem concurso, ou seja, por meio de indicação política, na maioria dos casos. Delas, 47% têm nível de escolaridade médio e 26%, nível superior. É na região Norte onde os prefeitos mais ampliam a máquina por meio de apadrinhados — o avanço nas contratações foi de 15%.
(Robson Pires)
Do Blog: Esse é outro grave problema além das quedas do FPM. Só que nesse último caso os prefeitos desconversam.

Nenhum comentário: