PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

terça-feira, 15 de maio de 2012

Pelo twitter Leonardo Arruda diz que é difícil PMDB lançar candidatura própria em Alexandria

O ex-deputado Leonardo Arruda jogou lenha na fogueira da política alexandriense. Depois da publicação de matérias sobre a união entre os pré-candidatos Antonio Pires (PMBD) e o vereador Edilberto Oliveira (PSC), pelo blog RN Política, Blog do J. Gomes e arquivovip.com, Leonardo se pronunciou pelo twitter:


A twitagem foi com Mozart Maranhão, administrador do blog RN Política em Dia 2012. Depois perguntou ao deputado Henrique Alves:
Há dias que Antonio Pires afirmou ao blog que a cúpula do PMDB (Henrique Alves e Garibaldi Filho) estava fechada com a sua candidatura a prefeito de Alexandria. Sobre o que disse Leonardo Arruda, é jogar mais lenha na fogueira diante os últimos acontecimentos.

Há algum tempo eram mínimas as arestas entre Antonio Pires e as demais lideranças políticas de Alexandria, hoje, é sabido, que o líder do PMDB local não apóia Jânia Mirtes (PR). Com o acordo entre Henrique e João Maia, Jânia seria vice de Antonio Pires? Esse acordo seria desfeito em Alexandria com a grande possibilidade do vice de Antonio Pires ser Edilberto Oliveira (PSC)? Ou, em última hipótese, o PMDB de Alexandria iria desmoronar não apresentando candidatura a cabeça de chapa?

São perguntas que vão movimentar a política local nesses próximos dias.

Por outro lado, Antonio Pires confirmou que uma pesquisa para escolher o candidato da situação já foi apresentada pelo prefeito Alberto Patrício na semana passada ao vereador Edilberto Oliveira, apontando Jânia Mirtes à frente dos demais candidatos. Por sua vez Edilberto teria dito que nem que ela tivesse 100% na pesquisa votaria. Antonio Pires disse que também tomou conhecimento da pesquisa, mas que o prefeito teria dito que iria realizar mais umas duas pesquisas para decidir em quem apoiaria.

“É público e notório que a pretensão do prefeito é apoiar Dra. Jânia. Todo mundo sabe disso. Eu e Edilberto nunca fomos comunicados. Então não podíamos ficar parados. Vamos decidir o nosso destino”, finalizou Antonio.

Nenhum comentário: