PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 21 de março de 2012

Professores do RS protestam contra reajuste abaixo do piso


Professores estaduais do Rio Grande do Sul fazem protestos nesta terça-feira na Assembleia Legislativa do Estado contra uma proposta do governo de Tarso Genro (PT) de reajuste de salários abaixo do piso nacional do magistério.

A votação do projeto do governo devia ter ocorrido na semana passada, mas acabou adiada devido a um acordo com o sindicato da categoria. Deputados governistas tentam aprovar a proposta ainda nesta terça. No entanto, não há horário para que a votação ocorra.
Durante a tarde, o sindicato dos professores levou centenas de manifestantes para a praça que fica em frente ao palácio do governo e à Assembleia. Um carro de som foi posicionado no local e barracas e cadeiras de plástico foram espalhadas pelos sindicalistas. Eles também ocupam as galerias da sede do Legislativo.

O governo Tarso encaminhou proposta em que concede reajuste de 23,5% em três parcelas até fevereiro de 2013. Os professores querem que o aumento seja concedido já em maio.

A oposição diz que seria ilegal aprovar um projeto que contraria a lei nacional do piso.

Hoje, o salário mais básico pago pelo Estado por jornada de 40 horas é de R$ 791, enquanto o piso nacional estabelece R$ 1.451. Mesmo com o reajuste de 23,5%, o Rio Grande do Sul ainda ficará distante de atingir esse valor.
(Folha.com)

Do Blog: O Estado é o Rio Grande do Sul e o governo é do PT. Será que se a maioria dos municípios desse país fossem governados por PeTistas isso estaria acontecendo?

Nenhum comentário: