PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

terça-feira, 11 de janeiro de 2011

Rosalba faz balanço da crise no governo e anuncia que salários são sagrados

Em entrevista a uma emissora de rádio em Natal a governadora Rosalba Ciarlini fala sobre a crise do governo. Veja trechos:

Tamanho real do débito do RN

“Só vou saber exatamente o tamanho do débito financeiro no final do mês. Porque na transição foi possível levantar um débito de mais de R$ 800 milhões, ao assumir, na primeira semana surgiram esses débitos que não estavam computados de R$ 132 milhões. E cada dia nós nos surpreendemos como novas coisas. Mas deve ser mais de 1 bilhão, então vamos enfrentar porque a dívida do estado é do Estado, vamos honrar”.

Pagamento da Folha de Servidores

“Não corre risco de não ser paga. Espero até o dia 15 estar anunciando o dia do pagamento. A folha de pagamento é prioridade máxima, folha de pessoal é sagrada, quem trabalha tem que receber, e o Estado para ser organizado precisa valorizar seus servidores. Com a receita de ICMS, em torno de 250 milhões, e mais as parcelas de FPE e o que tiver, vamos priorizar a folha de pessoal, mas estamos organizando e será bem menor. Estamos corrigindo diversas distorções, inclusive pessoas que não trabalhavam no estado e estavam recebendo”.

Relação com a presidente do Brasil Dilma Rousseff

“Eu espero muito em breve ir a Brasília visitar a presidenta e os ministros. Vou ver se passo uma semana por lá para apresentar nossas necessidades. Fico feliz em ver a postura da presidenta ao estender a mão as bancadas de oposição, porque ela casa como meu pensamento, onde tem um respeito, não sou governadora do meu partido, mas do Rio Grande do Norte, assim como ela não é presidente do PT, mas do país. O RN dá uma contribuição muito grande ao Brasil, vou pedir justiça do quanto contribuímos para o Brasil, aqui temos petróleo, camarão, sal, calcário, ..... “

Segurança Pública no RN

“Esta é uma área que eu tenho dito que nós vamos tratar com prioridade porque é uma área que quero resultados. Fui a busca do diretor nacional da Policia Federal para assumir a Secretaria de Segurança Pública porque ele tem grande responsabilidade e muita experiência. É área que estamos tratando com a máxima isenção política. Por isso, estamos fazendo um levantamento das necessidades. Faltam delegados, escrivães, a policia está muito deficiente, conforme a necessidade nos vamos solucionar estas pendências. E tem a questão do investimento em Inteligência que será fundamental. Estamos tentando trazer da Policia Federal profissionais para treinar a nossa Inteligência, porque sem ela não sairemos de onde estamos. Precisamos ter um mapeamento da violência do nosso estado, para dar o direcionamento das ações. Nos cortes que fiz no Estado com carros, combustíveis e diárias, não inclui a Segurança nem a Tributação.

Nenhum comentário: