PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Coitado do meu Deus


Não aguento mais tanta blasfêmia. Vez por outra vem alguém deixar recados no mural do site arquivovip.com afirmando que Deus agiu derrotando vereador A, que Deus agiu derrotando vereador B.

Gente pára de falar o nome de Deus em vão. Deus não se mete nesse jogo de interesses humanos. Deus não age escolhendo lados ou definindo posições.

Deus criou o homem e lhe deu o maior presente que um ser vivo pode ter: o poder do raciocínio, da fé. Deus é tão supremo e bondoso que deu ao homem o livre arbítrio, a escolha para seguir o caminho do bem ou do mal.

Quando escolhemos o caminho do bem estamos escolhendo a Deus porque Ele é amor. Se evocamos o nome de Deus para aliviarmos ou espantarmos os nosso problemas é porque buscamos a fé, se temos a fé conseguimos vencer qualquer obstáculo porque essa é a ordem natural da vida.

Então não me venham com essa história de que Deus age na política, Deus age na divisão de grupos sociais, de questões particulares... Esse não é o meu Deus que manuseia a sua criação como num jogo de xadrez. Que graça teria isso, porque então Ele deu ao homem o livre arbítrio? Que Deus seria esse que permite que uma seca terrível venha tirar vidas ou maltratar inocentes? Que Deus seria esse que permite que o mal vença? Isso é coisa de Igrejas para arrebanhar e segurar seguidores. O homem é que age de acordo com seus interesses, Deus não tem nada com isso. Tudo o que acontece de ruim é consequência do homem. E não pense que Deus vai agir tomando partido porque você se acha melhor, mais puro, mais correto e pertence a igrejas A ou B. cada pessoa é uma sentença. Ele age em você se você escolher o amor. Ele não interferindo no meio. Caso o fosse, no mundo só existia amor e paz porque Ele é bondoso demais para permitir que tantas mazelas aconteçam. Repito: tudo o que acontece é consequência direta do homem.

Quem vive apregoando que Deus agiu na política de Alexandria ou coisa desse tipo vai arder no “mármore do inferno.”

Nenhum comentário: