PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 12 de setembro de 2012

Mulher é acusada de matar homem com injeção de silicone no pênis

Kasia Rivera, de 35 anos, foi acusada de assassinato após um jovem de 22 anos, operado por ela, morrer depois de um suposto tratamento para alargar o pênis, em Nova Jersey, nos Estados Unidos.

Ela se declarou inocente do crime de homicídio por negligência no tratamento de Justin Street, que tinha recebido panfletos sobre o tratamento, informou o site NK.com . Ele teve uma embolia causada pelo silicone no sangue e morreu um dia depois de ser ter recebido uma injeção do produto diretamente na genital.

Kasia teve a fiança estimada em quase 150 mil reais e pode pegar até dez anos de prisão, caso seja condenada. Os promotores de justiça acreditam que ela pode ter feito o mesmo procedimento em outras pessoas.

Nenhum comentário: