PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Professores estão revoltados com os salários atrasados


E não é para menos. Desde o dia 30 que era para os professores da rede municipal de ensino de Alexandria estarem com o dinheiro nas contas.

Falo isso porque desde o início do ano que o salário dos professores e o piso estão sendo pagos com os recursos do Fundeb. O dinheiro chega todo o dia 30.

Explico:
Com o Projeto de Lei que cria cargos e salário da Educação Básica do município de Alexandria e consequentemente o Piso Nacional dos professores, que foi aprovado no início do ano pela Câmara de Vereadores, 100% dos recursos do Fundeb são para pagar os salários dos professores.

Antes não era assim. O município remanejava cerca de R$ 50 mil do FPM para complementar a folha da educação dos 60% do Fundeb. Os outros 40% eram para cobrir as despesas com os ASGs e material para as escolas. Quando aconteciam quedas no FPM, automaticamente comprometia o pagamento da folha. Com a aprovação do projeto que destina 100% dos recursos do Fundebeb para pagamento dos professores (inclusive uma proposta do Executivo), os recursos não passam a depender mais do FPM. Portanto, não se justifica nem mesmo o atraso de dez dias, já que os recursos federais para educação chegam, rigorosamente, todo dia 30. Quanto mais um atraso além disso?

Por outro lado, os ASGs da educação são penalizados quando acontece quedas no FPM. Esses servidores, com a aprovação do projeto, têm agora os salários totalmente pagos com recursos do FPM, já que os 40% do Fundeb, destinados para esses fins, são também para complementar a folha da educação. Todos lembram que no início do ano alguns ASGs deixaram de ir trabalhar porque tiveram seus salários atrasados.

Diante disso, imagina-se que o município, para não criar atritos com os ASGs, estão retendo os recursos do Fundeb para pagamento dos professores enquanto angariam recursos para pagamento dos ASGs. Dizem que pode acontecer dia 20 próximo.

Caso não seja esse o motivo do atraso, que o município se explique aos professores, já que nem no site oficial do município existe uma explicação para este atraso.

Este espaço está totalmente a disposição do Secretário de Educação para devidos esclarecimentos.

Nenhum comentário: