PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quarta-feira, 4 de julho de 2012

Procurador: Só liminar garante candidatura de Ficha Suja

Quites com os Tribunais de Contas? Meras formalidades levaram a condenação? Atenção candidatos a cargos eletivos em 2012: se está nas listas de condenados dos tribunais de contas do Estado (TCE) ou da União (TCU), somente uma liminar concedida pela Justiça Comum é a garantia de registro de candidatura. A informação é do procurador-geral eleitoral, Paulo Sérgio Costa, que promete ser “linha dura” quando se trata da possibilidade de participação dos “Fichas Sujas” no pleito eleitoral.

No caso daqueles que conseguiram a liminar, mas estão na lista como, por exemplo, o ex-prefeito Carlos Eduardo Alves, do PDT, pré-candidato a Prefeitura de Natal, vale a decisão da Justiça Comum. “Nesses casos, mesmo os nomes estando na listagem do TCE, nada muda porque a decisão que os tornariam fichas sujas não está valendo, está suspensa. A não ser que haja mudança nessa condição da Justiça Comum, essas candidaturas não poderão ser alvo de pedidos de impugnação”, explicou Paulo Sérgio Costa. 

Além de Carlos Eduardo, segundo o próprio TCE ao divulgar a listagem, a ex-prefeita e pré-candidata a Prefeitura de Apodi, Maria Goreti da Silveira Pinto, também aparece como “decisão sub júdice”, porque há recurso na Justiça Comum. Ex-prefeito de Macaíba, condenado pela Câmara Municipal e pelo TCE em primeira instância, Fernando Cunha, líder nas pesquisas de intenção de voto, também garante ter uma liminar que o permite ser candidato, apesar de não estar marcado como “sub júdice” também.
(Robson Pires)

Nenhum comentário: