PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quinta-feira, 1 de setembro de 2011

Está na coluna de Cláudio Humberto


Em nome dos agora duvidosos negócios com a Líbia, a Petrobras doou R$ 91 mil em 2010 a uma exposição em São Paulo do “acervo artístico” do segundo filho do ex-ditador e suposto sucessor, Saif El Kadafi, presidente da ONG “humanitária” com o nome dele, quando ela já estava na lista negra da Unesco. As horrendas pinturas de Saif e as peças arqueológicas devem estar em local incerto, como o facínora.

A grana da ONG na Suíça foi congelada nos EUA. Financiava navios “humanitários” a Israel com armas (até brasileiras) para palestinos.

O filho menos doido de Kadafi foi paparicado, com direito a jatinho da Odebrecht, em visita cercada de seguranças à Chapada Diamantina.

Do blog: E o filme Inácio Garapa mendigando um patrociniozinho que seja da Petrobrás. É a vida!

Nenhum comentário: