PÁGINA INICIAL NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA NOME DA CASA

quinta-feira, 24 de março de 2011

Uma derrota para democracia

A senadora Marinor Britto (Psol-PA) se expressou bem ao fazer o seu discurso de despedida no Senado, ontem a tarde, quando o ministro recém empossado Luis Fux votou contra a aplicação da lei do ficha limpa para as eleições de 2010.

“Eu lamento a posição do ministro Fux. Ele se contradisse, porque aqui [no Senado], na hora de ser sabatinado e aprovado pelos senadores, ele disse que a Justiça brasileira não pode ficar de costas para a intencionalidade da lei. Mas ele virou as costas para a intencionalidade da lei que precisava ter sido validada na eleição de 2010, porque a corrupção não começou hoje, tem história, e nós precisamos freá-la. Não podemos esperar para freá-la depois de amanhã”, bradou Marinor à porta do Plenário do Senado, logo depois do emocionado discurso na tribuna, quando disse que as “raposas” e os “corruptos” voltariam à Casa. “É uma frustração para quem acredita na democracia.”

Nenhum comentário: